Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

terça-feira

Como fazer uma mesa rústica revestida com mosaicos



Clique para ampliar
Esta é uma idéia que encontrei na rede, assim como está, só a imagem. Mas, não é difícil fazer. Esta mesa rústica pode ser uma boa idéia para uma mesa de centro em uma varanda, casa de campo ou praia ou mesmo para a área da churrasqueira. 

O resultado vai depender de sua criatividade. Eu já fiz algo semelhante em uma mesa de centro velha, de mármore sintético, quando utilizei pedaços de azulejo de duas cores – fiz alguns desenhos – e tive que colocar uma moldura de madeira. Ficou muito bom, mesmo.

Torquêz
O carretel  ou bobina de madeira como todos conhecem é descartado pelas empresas telefônicas ou elétricas, embora exista empresas que vendem tanto novas como usadas. E, como vê na imagem ele recebeu um trato mínimo com uma pintura ligeira, tipo pátina, mas você pode fazer ou pintar como achar melhor, e um acabamento na superfície plana superior, deixando-a plana mesmo, e lisa, para receber o revestimento. Isso você pode fazer com uma lixa grossa.

O revestimento pode ser feito como um mosaico onde você pode bolar algum desenho utilizando pedaços de azulejos de cores variadas e cortados com uma turquês, o que é uma boa idéia para reaproveitar azulejos descartados em uma atitude ecologicamente adequada. Ou como é o caso da imagem, pode comprar as pastilhas de azulejos – existe de várias cores – e só montá-las, o que tambem permite usar a criatividade e bolar algum desenho. Estas pastilhas de azulejos prontas, bem como a cola para azulejos que vai precisar na fixação, você vai encontrar em lojas de material de construção. 

O acabamento final você pode fazer com cimento branco espalhado sobre a superfície para que preencha os espaços deixados entre os azulejos e retirado o excesso com um pano úmido antes que seque de vez.

Como a mesa é pesada, podem ser colocadas rodinhas na base para facilitar o deslocamento e limpeza, é só verificar a relação peso com a resistencia das rodinhas com o vendedor da loja.

Subscreva o nosso RSSFeed ou siga no Twitter, para acompanhar as nossas atualizações

Share/Save/Bookmark

10 comentários:

  1. Amei essa mesa...adoro móveis rústicos...só me tire uma dúvida, essa carretel vem com uns parafusos na parte de cima e de baixo, deixando ela pensa. como fez pra tirá-lo?

    Daniele Freitas.
    Pontal do Paraná-PR.

    ResponderExcluir
  2. Olá Daniele!

    Existe vários tipos de bobinas e, em parte delas, os parafusos – ou porcas – ficam salientes mesmo. Acho que deve ser o seu caso. O que me ocorre é que para o problema da estabilidade da mesa, com os de baixo, você pode resolver com as rodinhas que sugiro no artigo, ou mesmo pregando/colando 4 pedaços – pequenos “tocos” – de madeira a título de pés, ligeiramente mais altos do que a cabeça ou porca dos parafusos.

    As rodinhas ou os pés são indicados, tambem, para proteger a madeira da base, que é de pinus, de eventual umidade que pode levar ao seu apodrecimento.

    Mas, o que resta fazer sobre as pontas superiores, no seu caso, é tentar adaptar a colocação das pastilhas ou cacos de azulejos, incorporando-os ao revestimento ou a um desenho que pode bolar em torno deles, já que retirá-los, pode comprometer a estrutura da peça e a sua estabilidade, não é verdade?

    Um abraço

    ResponderExcluir
  3. Otima ideia, mais me ficou uma duvida. Qual cola especifica para unir ceramica com madeira? Grato

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!

      Para fazer a fixação dos azulejos use uma “cola” para azulejo que vai encontrar em lojas de material de construção. A lata tem um preço bem em conta.

      Foi o que usei quando fiz a minha mesa.

      Excluir
  4. Fernando, boa noite,
    Estou começando com uma mesa assim mesmo, só me esclarece uma coisa:
    Primeiro colo todo desenho na mesa, depois passo o rejunte, é isso?

    Obrigado e parabéns pelo seu trabalho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Valéria!

      É isso mesmo. Fazendo assim você pode, se quiser, fazer mudanças ou correções no traçado ou desenho, o que ficaria mais complicado depois do rejunte.

      Ao passar o rejunte, vá limpando as partes já prontas com um pano umido ou uma bucha de espuma – tipo de limpeza – para que o cimento não endureça.

      Bom que tenha gostado.

      Um abraço

      Excluir
  5. Para revestir um mosaico em parede e o mesmo processo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Deryck!


      Desculpe-me por só responder agora.

      É praticamente a mesma coisa, no que ser refere à preparação da superfície, sobretudo, ou seja, a superfície deve estar plana, sem arestas ou imperfeições, sobretudo relevo e muito limpa. Para isso você deve usar uma vasoura de piaçava (dura) ou uma escova de aço se necessário. A depender do caso, até uma lavada com um jato de mangueira.

      Quanto à colocação do azulejo, deve usar a cola de azulejo, como no caso da mesa. Ela pode ter outros nomes como cimento cola e outros, mas nada que dificulte a sua compra nas lojas do ramo.

      No caso dos azulejos, para que fiquem bem alinhados, você deve observar a distância exata entre eles, espaço que será preenchido com o cimento branco depois. Para isso, se a superfície for grande, você deve utilizar uns “espaçadores” próprios, encontrados nas lojas de material de construção, que só deverão ser retirados depois de tudo seco.

      Daí, é só fazer o preenchimento, tendo o cuidado de ir limpando o excesso de cimento no rejunte à medida que o aplica, pois, pode dar trabalho para retirar depois de seco.

      É isso! Espero ter ajudado.


      Um abraço

      Excluir
  6. Boa noite, disse que a superfície deve ser plana, vejo que o carretel possui algumas imperfeições, o que devo fazer para corrigi-las? desde já agradeço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!

      Bom dia!

      Para eliminar as imperfeições da superfície e assim facilitar a colocação dos azulejos, use uma lixa grossa – tipo nº 60 ou 80 – no “disco de lixa” da furadeira e lixe no sentido transversal aos veios da madeira*, pois isso vai desbastar, e nivelar, as imperfeições, mas vai deixar a superfície áspera o que vai facilitar a adesão da “cola para azulejo”.

      *Este procedimento só pode ser usado neste caso, já que ao lixar outras peças com o sentido de alisamento ou acabamento para pintura, o lixamento deve se feito no sentido dos veios.


      Um abraço

      Excluir

Seu comentário é muito importante.

Você pode contribuir com o relato de suas experiências com as ideias e sugestões postadas aqui, bem como tirar eventuais duvidas com o editor e/ou outros usuários.