Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

quinta-feira

Como fazer para conhecer e usar dicas definitivas para você escrever melhor

Dicas para estudar, dicas para leitura, dicas para escrever... 

Haja dica! Mas, na verdade, elas são uma mão na roda, como se diz, e dão uma força real, já que otimizam os processos, eliminando hábitos ou cacoetes contraproducentes e enfatizam ou endossam outras atitudes e hábitos que favorecem o rendimento e o desempenho da coisa.

A redação, por exemplo, é o ponto crucial dos vestibulares e um desempenho ruim ou mais ou menos pode adiar o sonho/plano de uma vaga na universidade. A sua importância ‘plebiscitária’, aliada a certa dificuldade na hora de escrever de elaborar e colocar no papel as ideias e conceitos acaba por gerar algum estresse, o que dificulta ou compromete o desempenho, daí algumas dicas ou macetes são muito bem vindas.

Confira:
1. Leia muito
Pode parecer clichê, mas essa é a dica mais infalível. Quem lê muito tem um bom vocabulário e aprende sem perceber regras de gramática. Leia textos de diversos tipos, desde revistas de entretenimento a livros técnicos, romances e clássicos da literatura. Variar os estilos também ajuda a ampliar o conhecimento literário. Além disso, quem lê bastante aprende coisas novas todos os dias, e para elaborar um bom texto é necessário estar informado e ter conteúdo.
2. Escreva sobre coisas que gosta
Uma maneira muito divertida e leve de exercitar a escrita é escrevendo sobre o que gosta. Seja sobre o seu dia-a-dia, sua banda preferida ou sua série de ficção favorita. Antes de partir para o treino das redações de vestibular ou tentar escrever um artigo científico, exercite a sua escrita descompromissadamente. O ato de escrever se aprimora como qualquer outra atividade: com bastante treino você escreverá cada vez melhor.

Continue lendo, aqui.

Se gostou deste post subscreva o nosso RSS Feed ou siga-nos no Twitter para acompanhar nossas atualizações

*

Share/Save/Bookmark

terça-feira

Como fazer para se iniciar na incrível arte do crochê


Não há quem não tenha se sentido atraída por uma bela peça de crochê e/ou tenha sentido o desejo de ter, ou melhor, de fazer algo semelhante com as próprias mãos.

O crochê vai muito além de sua pura utilidade com meio de fazer algumas peças bonitas de uso pessoal.

Por exemplo. Ele é um excelente recurso antiestresse e de ocupação de algum tempo ocioso, além do próprio prazer em fazer, e também de ver o trabalho pronto.

Além de uma peça de uso pessoal, você pode fazer um belo presente para alguém, bem como – porque não? – ganhar algum dinheiro enquanto relaxa e se diverte.

Tem ainda um item adicional. A depender de onde você mora ou está, o inverno que está rolando é uma boa ideia para encarar fazer uma luva, gorro e/ou cachecol, não é verdade?

Logo, se ainda não sabe, veja com é simples e fácil.

   Vamos lá!

Primeiro precisamos conhecer e entender os ‘apetrechos’ necessários.

Vamos começar com as agulhas. Elas existem em diversos diâmetros e para cada tipo de trabalho, existe um tamanho específico. Nas receitas de trabalho geralmente vem o tamanho necessário,os novelos ou meadas também trazem a idicação, mas a regra geral é agulha fina para linha fina e agulha grossa para linha grossa. 

Para você que está iniciando, o ideal é que use agulhas finas que são bem mais fáceis de trabalhar.

O segundo passo é escolher a linha. É claro que a cor vai depender do trabalho e receita que você escolher.
 .
Existem muitas cores e marcas, mas, como é seu primeiro trabalho, opte por uma marca mais em conta e por uma única cor para que não tenha que trocar de linha.

Se resolver seguir a dica anterior – agulha fina – compre alinha correspondente.
 .
Uma tesoura – qualquer tesoura - para arrematar e cortar os fios é imprescindível.
 .
A fita métrica é outro item indispensável, já que você medirá seu trabalho constantemente e precisa estar à mão.

Agora, entendendo as receitas. Nessa relação abaixo vai encontrar as abreviaturas mais comuns.
corr
correntinha
pb
ponto baixo
mpa
meio ponto alto
pa
ponto alto
sp
espaço
pq
ponto
pbx
ponto baixíssimo
rep
repita
ult
último
seg
seguinte
Nesta imagem abaixo você encontra alguns dos pontos básicos e o desenvolvimento da ‘trama’.
Clique para ampliar
Então, já que tem os dados preliminares básicos para o seu primeiro trabalho em crochê, mãos à obra!

Com informações de bolsademulher

Se gostou deste post subscreva o nosso RSS Feed ou siga-nos no Twitter para acompanhar nossas atualizações

*

Share/Save/Bookmark

domingo

Como fazer para garantir a qualidade do serviço e a vida útil do seu computador


Os cuidados com o PC não parecem mais os mesmos, também, tem tantos outros “recursos” para se acessar a rede. Isso além de seu preço que, ainda bem, caiu significativamente nos últimos tempos, de maneira que ao ocorrer “um pau” no velho PC a primeira coisa que vem à mente é a substituição.

Mas, um bom e velho PC é tudo de bom e vale sempre à pena consertar e/ou fazer um ‘up grade’ parcial de equipamentos, inclusive agregando novas funcionalidades.

Então vamos lá:

    "É o primeiro item é sintomático. É fundamental e o indicio do gosto ou gostar efetivo, sinônimo de atenção e cuidado com o seu PC.

Por isso é o primeiro 1º

A sua vida útil é programada e tem uma durabilidade prevista, mas a depender do que faz com ele, o modo como cuida ou não, observando ou não suas características básicas e limites, pode não só abreviar, significativamente, este tempo, bem como comprometer o seu desempenho no cotidiano lhe trazendo grandes dissabores.

    2 - Peças modernas

Utilizar peças (hardware) modernas e recém-lançadas aumentam MUITO a vida útil do computador, principalmente pelo fato de não precisar fazer um upgrade (troca por peças novas) tão cedo.

É preferível gastar mais nessas peças modernas a ter que pagar por um upgrade num curto espaço de tempo. 

    3 - Superaquecimento

Uma troca de cooler (ventilador do processador ou disco rígido), instalação de um segundo cooler, instalação de um duto no gabinete (duto que direciona o ar para fora do gabinete) e troca por um gabinete mais ventilado podem resolver esse problema.


Se gostou deste post subscreva o nosso RSS Feed ou siga-nos no Twitter para acompanhar nossas atualizações

*

Share/Save/Bookmark