segunda-feira

Como fazer para lavar cada tipo de tecido do jeito correto e seguro

Lavar roupas quase sempre é uma tarefa simplificada, diríamos assim, quando você coloca ‘todo mundo’ na máquina, liga, bate e depois bota no varal...

Agir assim é um ‘prato cheio’ para dar um fim mais rápido a muitas de suas peças, assim como enfeia-las, tornando-as impróprias para o uso regular com a cara boa e bonita que a fez comprá-la.

É que cada tecido tem trama própria, diferente, e com isso exige um cuidado e atenção especifica na hora de lavar para preservá-lo por mais tempo sem danificar.

Outra dica que ajuda, é providenciar a remoção de eventuais manchas imediatamente após o ‘acidente’, o que facilita, e muito, o trabalho.

Confira na sequência o jeito melhor e lavar cada tipo de tecido.

Sedas

Devemos ser muito cuidadosos ao lavar sedas. Estes tecidos são muito delicados.

Sedas Coloridas (cores que não são firmes): Molhe uma extremidade do tecido, apertando-o bem várias vezes dentro da água; se a tinta soltar, a roupa não poderá ficar de molho. Deverá ser ensaboada com sabão neutro para roupas delicadas e enxaguada rapidamente para não ficar manchada. Na última água coloque um pouco de vinagre e seque à sombra.

Cor Firme: em um balde cheio de água coloque 2 colheres de sopa de sabão em pó especial para roupas delicadas. Faça uma boa espuma e acrescente uma ou duas colheres (chá) de açúcar à última água. Enrole a peça numa toalha limpa, bem apertada, e passe a ferro, ainda úmida.

Seda Pura a Seco

Só lave a seco peças que não estejam manchadas de água (chuva) ou de transpiração.

Coloque Varsol puro numa bacia, mergulhe a peça de roupa e aperte várias vezes para que o Varsol passe pela trama do tecido. Escorra e seque entre duas toalhas, para depois passar o rolo de massas para o Varsol ser absorvido pela toalha.

Finalmente, pendure em num cabide para arejar e sair o cheiro de Varsol. Não passe a ferro.

Como Salvar uma Roupa de Seda Manchada

Para que uma mancha não aumente e o tecido de seda não se estrague, use benzina ou éter para removê-la. Outra solução é tratar a mancha com bicarbonato e água fria. Espere secar e escove.
Veja também: Como fazer para passar roupas mais facilmente com algumas dicas simples
Fitas e Cordões de Seda

Se estiverem com o nó muito apertado, coloque um pouco de talco e vá afrouxando devagar.

Tafetá

Passe uma esponja embebida em água e vinagre.

Tecidos Amassados

Este tipo de tecido, geralmente, perde a sua forma quando lavado. Para que seu visual continue sempre novo, com seu aspecto de amassado, você deve passar o ferro frio de modo suave e, se necessário, colocar a peça de roupa sobre o vapor de água fervendo.

Tecidos Bordados

Para limpar tecidos bordados e rebordados, deve-se polvilhar o tecido com magnésia em pó, deixando assim, por muitas horas. Em seguida, basta sacudir para retirar o pó e, se for necessário, repetir a operação até sua limpeza total.

Tecidos Delicados

Esses tecidos devem ser lavados em uma solução de 1 colher (sopa) de essência de terebintina para 10 litros de água. Depois enxágüe em água fria e bem salgada.

Tecidos Sintéticos

As peças de tecido sintético podem ser lavadas à mão com sabão neutro e água fria para não perder a sua elasticidade. Devem ser secas à sombra, sobre uma toalha. Não use pregadores para evitar que a peça se deforme. Se necessário, use cabide.

As roupas de fibras sintéticas retêm o cheiro de transpiração, mesmo depois de lavadas. Para que isto não aconteça, antes do enxágüe, deixe a roupa de molho numa solução de 1 colher de bicarbonato de sódio e água.

Tule de Algodão

Lava-se com água quente e sabão (em pó para tecidos delicados ou de coco) e com alguns cristais de soda, se estiver muito sujo. Para que este tecido fique encorpado, é necessário passar a peça de roupa em água com goma caseira dissolvida em água.

A secagem deve ser feita com a peça de roupa pendurada no varal, sem torcer. Com o tecido ligeiramente úmido passe o ferro não muito quente, fazendo movimentos na direção do fio do tecido. Passe até secar bem.

Tule de Seda

Limpe com gasolina ou benzina.

Veludo

Para limpar este tipo de tecido, basta passar uma escova limpa umedecida em álcool.

À Seco

Para lavar a seco, use amoníaco e álcool.

Para limpar golas de vestidos ou casacos, passe suavemente sobre elas um pano branco e limpo embebido numa solução de água quente e amoníaco. Depois que elas estiverem secas, passe novamente um pano com álcool.

Veludo em Casa

Passe sobre as partes manchadas um pano embebido em amoníaco. Lave com um sabão neutro. Se tiver de esfregar, faça-o na direção do fio do veludo, com uma escova de cerdas macias. Enxágüe sem torcer. Ponha para secar à sombra sobre uma toalha (não use prendedores de roupa para não marcar). Finalmente, escove delicadamente, usando uma escova semi-dura para levantar o pêlo do tecido.

Veludo Cotelê

Se quiser apenas limpar veludo cotelê que não tenha nenhuma mancha, use este método: envolva a mão em papel celofane e esfregue o tecido primeiro pelo lado do avesso, depois pelo lado direito da peça. Lembre-se, porém, de trabalhar sempre na mesma direção.

Com informações de bbel

Se gostou deste post subscreva o nosso RSS Feed ou siga-nos no Twitter para acompanhar nossas atualizações

*

Share/Save/Bookmark

sábado

Como fazer para escolher e usar melhor um martelo no cotidiano em casa

Falar em martelo parece coisa de profissional, ou hobbista, assim como ‘coisa’ de homem, não é verdade?

Ledo engano, como se diz. As mulheres, também chegaram ‘nestes’ afazeres domésticos de organização, reparos e consertos na manutenção da casa.

Em inúmeras ocasiões no cotidiano em casa, nos deparamos com situações, quando não raro improvisamos ‘batedores’ de pregos & Cia, concorrendo inclusive para comprometer a eficiência e o resultado da empreitada, logo, um martelo é um acessório doméstico bem importante de utilidade incontestável.

A bem da verdade, você precisa, mesmo, é de um martelo padrão. Veja imagem acima. Aquele que todo mundo conhece, ou já viu, com ‘unhas’, ou garras, o que lhe confere toda a polivalência necessária para a maioria das situações.

É que existem inúmeras versões com fins mais específicos.

Alguns itens interessantes podem se adicionados ao seu martelo, o que pode facilitar o seu trabalho.
Leia também: 
 - Como fazer para as mulheres darem conta dos “consertos” em casa 
 - Como fazer para reinstalar um cabo de madeira em um martelo 
 - Como fazer para bater pregos na parede sem danificá-la  
 - Como fazer para escolher o prego mais indicado para o seu trabalho
É o caso de um imã na ‘ponta’ do cabo. Use cola e fixe um pequeno imã que vai ser bem útil para apanhar pregos que venham a cair na hora do uso e que não costumam cair em lugares de fácil acesso. Veja imagem.

Outro item facilitador é marcar no cabo uma escala de 10 cm, que vai servir de referencia em situações que venha a precisar de certa regularidade na hora do uso de pregos e outras situações rápidas sem apelar para a trena ou fita métrica.

Ao tentar retirar um prego que resiste às suas investidas, utilize o ‘princípio da alavanca’ ou um ponto de apoio – um pequeno pedaço de madeira – sob o martelo que ele vai sair facilmente.

Se quiser ocultar a cabeça do prego em alguma situação ou trabalho, o ideal é que use o alicate – sua parte cortante – e retire a ‘cabeça do prego’, daí é só bater com cuidado para que ele não entorte. A alternativa é usar um prego maior e ‘afundar’ o prego depois de batido, desde que tenha como preencher a pequena cavidade que fica.

Usar ‘borrachas de dinheiro’ ou gominhas, mais de uma, cruzada sobre a ‘cabeça’ do martelo, ajuda a evitar que durante o uso ele possa ‘danificar’ as superfícies onde o coloca, evitando riscos e escoriações.

Então, agora temos um bom aliado na organização e execução de pequenos serviços e consertos em casa.

Se gostou deste post subscreva o nosso RSS Feed ou siga-nos no Twitter para acompanhar nossas atualizações

*

Share/Save/Bookmark

quinta-feira

Como fazer para montar o seu ‘kit apagão’ e se prevenir contra a escuridão

Diante de tanta tecnologia incorporada ao nosso cotidiano, tem situações em que fica impensável dispensar alguns recursos “tecnológicos” que remontam aos tempos...

É o caso do “kit apagão”. É isso!

Alguns itens indispensáveis para quem não quer sofrer as agruras de um apagão repentino no meio da noite provocado por aquela chuvinha inesperada e ficar tateando pela casa no escuro. Inesperada assim, já que temos épocas do ano onde ela pode ser qualquer coisa, menos imprevisível.

A chegada do verão, pelo menos no Brasil, é a ocasião clássica das tais chuvinhas e dos apagões.

Então vejamos alguns itens clássicos do “kit apagão”:
- Algumas velas, 
- Caixas de fósforo, 
- Lanternas e pilhas 
Ainda alguns itens adicionais, a depender das circunstâncias e de onde você mora:
- Telefone de bombeiro, 
- Telefone do Samu, 
- Telefone da polícia, 
- Telefone da portaria – se mora em prédio, 
- Telefone da central de segurança do condomínio, se for o caso.
O ideal é que se providencie uma caixa e a coloque em um lugar pré-determinado e do conhecimento de todos os moradores, para que seja acessada facilmente no escuro. É claro!

Tai o seu “kit apagão” simples, fácil e bem oportuno.

Se gostou deste post subscreva o nosso RSS Feed ou siga-nos no Twitter para acompanhar nossas atualizações

*

Share/Save/Bookmark

terça-feira

Como fazer para pintar, renovar, as portas facilmente

A porta é um detalhe na casa que, provavelmente, em função do uso intenso, costuma apresentar escoriações, descasados e manchas, o que não é nada bom, sobretudo, se forem aquelas de ‘frente’ ou da entrada.

Embora na pareça, mas um trato ‘nelas’, pintar a porta, dá um novo visual ao ambiente, já que estão na ‘linha de frente’, dos olhares e, porque não, das visitas, e o mais importante, do ‘seu olhar’...

Se pretende só ‘dar um trato’, mantendo a imagem/cor original é só comprar a mesma tinta, se esmalte ou à base de água. Se não, lembre-se que o esmalte deixa a superfície maio brilhante, ao contrario das à base de água, que ainda têm pouco cheiro e secagem mais rápida.

Caso ela seja envernizada, converso na loja e compre o verniz equivalente.
Veja também: Como fazer para resolver alguns probleminhas básicos com as portas
Retire “as ferragens” ou metais: maçanetas, o espelho e os trincos utilizando uma chave de fenda. Se for o caso, proteja as dobradiças com a fita crepe.

Se tiver alguma escoriação mais séria em sua superfície, corrija usando massa para madeira com a ajuda de uma espátula. Você a encontra, a massa, em casas próprias e/ou de material de construção.

Dê uma lixada geral para eliminar imperfeições o que, também facilita a absorção da nova tinta. Limpe com um pano úmido.

Utilize a ‘fita crepe’, e jornais para o chão, para proteger as áreas do entorno da porta.

Prepare a tinta conforme as especificações do fabricante, podendo usar o pincel ou trincha, usando a própria lata de tinta, ou se preferir use um rolo pequeno e bandeja correspondente.

Deixe secar inteiramente antes da 2ª demão, ou algo em torno de 4 horas.

Feito isto, é retirar todo o sistema de proteção, fitas e jornais, e reinstalar os metais.

E eis a casa nova... A porta nova!

Se gostou deste post subscreva o nosso RSS Feed ou siga-nos no Twitter para acompanhar nossas atualizações

*

Share/Save/Bookmark

domingo

Como fazer para ‘dominar’ truques de limpeza de “profissionais”

Não raro repetimos algum ‘como fazer’ ou dica sobre temas já publicados, mas as novidades além de trazerem ‘um algo mais’, podem, também, adicionar mais informações e deixar o ‘como fazer’ mais ágil, mais fácil e com melhor resultado e eficiência.

Os ‘cuidados da casa’ é uma tema ‘em aberto’ já que a criatividade rola solta no exercício cotidiano de quem tem ou cuida de uma casa com seus desafios diários.

Pode ser o caso desta ‘listinha’ abaixo.
"1. Renove as grades do forno com vinagre
Depois de muitos bolos, tortas, salgados e carnes assadas no forno, é impossível que ele continue limpe. Atacar os restos de sujeira, principalmente nas grades, costuma ser dificílimo! Debra Johnson, da empresa de limpeza Merry Maids, recomenda uma solução especial que facilita o processo.

Você só precisará de vinagre, meio copo de detergente para lava-louças e oito folhas amaciantes para secadoras. Coloque as grades do forno na pia ou em um grande tanque com o ralo tampado, cobrindo-as de folhas e, em seguida, de água morna. Despeje todo o vinagre e detergente, deixando a solução ser absorvida durante a noite. Na manhã seguinte é só enxaguar e secar com um pano limpo.
Veja também: 
 - Como fazer para organizar faxina e arrumação da casa 
 - Como fazer para usar água oxigenada na higiene e limpeza da casa 
 - Tire óleo dos utensílios com amônia

Se seus eletrodomésticos acumularam óleo com o tempo, não tema: há solução!  Você só precisa de um quarto de copo de amônia e um saco hermético.

Primeiro, separe as partes oleosas do eletrodoméstico. Esfregue-as com palha de aço ensaboada e, em seguida, coloque no saco hermético com a amônia. Deixe durante a noite e, quando tirar, limpe com um pano!
 - O adesivo sai com maionese!
Parece estranho, mas é real: os adesivos colados nos eletros de casa saem com um pouco de maionese, sem esfrega esfrega. Duvida? Então teste: é só cobrir a superfície do adesivo com bastante maionese e deixar descansar. Depois de algumas horas você conseguirá removê-lo com tanta facilidade que parecerá mágica! Não se esqueça de limpar o local.
 - Marcas de água também
A maionese é bem multiuso na hora da limpeza! Meg Roberts, presidente da empresa de faxina Molly Maid, jura que um pouco do alimento em um pano limpo pode remover manchas de água em superfícies de madeira. É só esfregar!
 - Depósitos minerais somem com limpador de dentadura
Você já percebeu depósitos minerais em certas partes da casa, como o vaso sanitário? Eles podem ser limpos com um copo de vinagre branco e tabletes efervescentes para limpeza de dentaduras. No caso do vaso, é só colocar ambos na bacia e esperar uma noite. Em seguida, limpe como normalmente.
 - Acabe com a ferrugem usando limão
Quem nunca ouviu falar dos benefícios do limão na limpeza de casa? Uma das façanhas da fruta cítrica é remover a ferrugem! Você pode espirrar o suco da fruta com uma garrafa de spray ou passa-la diretamente na área enferrujada, esfregando a superfície com uma escovinha.
 - Marcas de impacto se vão com pepino
Sabe aquelas marquinhas que não chegam a ser arranhões, mas aparecem quando algo se arrasta pela parede? Essas manchas podem ser retiradas ao serem esfregadas com a parte de fora da casca de um pepino. O mesmo vale para manchinhas na madeira e nozes!
 - Coca-cola limpa seu banheiro
Que Coca-cola é abrasiva já sabíamos. A novidade é que, por esse motivo, ela pode ser usada para te ajudar na limpeza! Meg Roberts recomenda usar uma lata da bebida para limpar o vaso sanitário, deixando o líquido durante a noite e apenas dando a descarga de manhã.
 - Use ketchup para polir os utensílios
Alguns metais da casa estão com uma aparência antiga? Abra uma garrafa de ketchup e mãos à obra! Com auxílio uma toalha limpa, você pode usar o condimento para polir cada utensílio. O truque funciona bem com cobre, bronze e até com prataria!
 - Limpe o teto com um rolo de pintura
Só porque o teto é difícil de alcançar não significa que ele deva ser negligenciado na faxina! Para facilitar sua limpeza, faça o serviço com um rolo de pintura. Basta umedecê-lo e passa-lo pelo espaço.

Com informações de casaabril

Como pode ver, criatividade é o que não faltou e o resultado é mais facilidade e eficiência, como nos referimos no princípio, para a nossa lide cotidiana.

Se gostou deste post subscreva o nosso RSS Feed ou siga-nos no Twitter para acompanhar nossas atualizações

*

Share/Save/Bookmark

sexta-feira

Como fazer para escolher a melhor cola para a sua ‘necessidade’

É um tema relativamente complexo, dado a grande variedade de opções no mercado e, igualmente, a grande gama de opções/necessidades de usar a cola específica, ou pelo menos a mais adequada e segura em nossos fazeres e ou reformas/concertos.

Esta lista abaixo é despretensiosa, ou seja, não pretende dizer a última palavra sobre o tema.
Veja mais: 
 - Como fazer para colar e reparar adequadamente móveis de madeira 
 - Como fazer para conhecer e escolher a cola adequada para o seu trabalho 
 - Como fazer para colar e reparar adequadamente móveis de madeira
É uma referencia que você pode usar ao necessitar de alguma especifica, quando deve levar o nome à loja ou casa comercial própria e pegar melhores e mais detalhadas informações com o vendedor que, pelo menos em tese, deve ter mais traquejo do que nós que só as usamos, pelo menos a sua maioria, eventualmente.

Então vejamos algumas:

Cola Epóxi: para vidro, metal, plástico, cerâmica, borracha, mármore, etc.

Cola PVA: para madeira, papel, tecido, cerâmica, couro, biscuit. É ideal para montagem de móveis, reparos rápidos em artefatos de madeira, laminados plásticos, papel e papelão.

Por serem adesivos semi líquidos e não terem características tóxicas, são produtos seguros e relativamente inofensivos ao manuseio.

Cola Silicone: para vedar vidros e objetos expostos à umidade. O Silicone líquido Merita é ideal para os mais diversos tipos de trabalhos manuais. Cola papel, espuma, papelão, madeira e outros.

Cola Celulósica: para vidro, papel, tecidos, cerâmica.

Cola Látex: para borracha e plástico.

Cola Vinílica: é a mais usada para colar um objeto de madeira que fica dentro de casa, abrigado da umidade. Ela é de cor branca, mas fica transparente depois de secar.

Cola de Poliuretano: esta já é mais adequada para um objeto que fique exposto ao tempo.

Como pode ver a lista é boa e não raro uma cola tenta ser mais polivalente do que a outra, daí a necessidade de pegar informações mais detalhadas com o vendedor onde costuma comprar materiais do gênero.

Se gostou deste post subscreva o nosso RSS Feed ou siga-nos no Twitter para acompanhar nossas atualizações

*

Share/Save/Bookmark

quarta-feira

Como fazer para passar roupas mais facilmente com algumas dicas simples


Não podemos dizer que passar roupas seja... Aquela curtição... Aquele prazer... Mas, fazer o que, não? 

A saída é racionalizar ao máximo para que a tarefa fique mais suave, mais amena... E agente dê contado do recado... Com menos esforço e qualidade final no serviço.
Veja mais:
 - Como fazer para usar temperatura correta ao passar a ferro
 - Como fazer um passe bem caseiro e com a sua cara
E pode? 

É claro! Dê uma olhada nestas dicas abaixo:

A primeira coisa é levar a sério a quantidade de roupas em cada lavagem. Pois caso encha muito a máquina, as roupas ao final ficam bem torcidas o que dificulta um pouco na hora de passar.

Na hora de pendurar dê uma sacudida em cada peça antes, sobretudo nas camisetas, o que elimina boa parte do amassado, em seguida coloque-as em cabides, o que leva a uma secagem mais rápida e facilita muito na hora de passar.

Dobre as roupas assim que vai recolhendo e ao mesmo tempo faça a separação daquelas que serão passadas logo, daquelas que podem esperar.

Caso vá passar alguma peça na hora de recolher, faça mais cedo, retirando-a ainda levemente úmida, o que facilita passar a ferro.

Uma dica que facilita o processo e ao mesmo tempo economiza energia, é forrar a tábua de passar – sob o pano – com papel alumínio, pois ele mantém a temperatura/calor por mais tempo o que facilita o processo. Isso caso não use a manta térmica própria.

Borrifar água na roupa seca facilita, e muito, todo o processo, sobretudo se for uma peça difícil de passar, quando deve borrifar e coloca-la dentro de um saco plástico bem fechado coloque-o na geladeira ou frízer por aproximadamente uma hora, o que resultado em uma peça bem mais maleável e fácil de passar.

Um item que parece mais complicado é a camisa social. Cuide do colarinho sem dobrar, depois os punhos, mangas e parte frontal. Deixe as costas para o final, daí é só dobrar o colarinho e colocar no cabide. Sem erro!

Como pode ver, algumas dicas oportunas facilitam a ‘trabalheira’, abrevia todo o processo, e o melhor, sem perda de qualidade no serviço.

Se gostou deste post subscreva o nosso RSS Feed ou siga-nos no Twitter para acompanhar nossas atualizações

*

Share/Save/Bookmark