Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

domingo

Como fazer uma linda e pratica capa de feltro para seu laptop, tablet ou celular

Clique na imagem para ampliar
A ideia é muito boa, sobretudo porque o material usado, o feltro, permite muita criatividade na hora de compor a capa do seu laptop, ou mesmo o tablet ou celular. Vai ver como é simples e, ainda por cima, muito em conta ou muito barato, o que pode inspirá-la até a fazer um para dar de presente a uma amiga.

Você vai encontrar o feltro em varias cores o que vai lhe permitir fazer combinações variadas de cores, bem como decorar com figurinhas variadas feitas a partir do próprio feltro. 

Outro aspecto interessante é a proteção que terão contra eventuais ‘pancadas’ ou mesmo quedas, já que o feltro tende a amortecer o impacto.

O feltro pode ser encontrado em lojas de vendas de produtos para artesanato ou mesmo papelarias.

Vai precisar de:

- feltro
- cola para madeira
- espátula
- régua
- tesoura

Sobre uma superfície plana e utilizando uma régua, meça com cuidado e corte dois retalhos de feltro equivalentes a três vezes o tamanho de seu laptop. Uma das partes corresponde à tampa – que pode ter um tamanho menor se quiser – as outras duas formarão a bolsa. Se preferir use cores diferentes, tomando o cuidado de deixar um centímetro ou mais nas bordas, além da medida, é claro!

Usando uma espátula ou mesmo uma faca de lâmina larga – de mesa, por exemplo – espalhe a cola de madeira sobre o feltro e vá gradualmente avançando até colar inteiramente as duas partes, o que deixará mais firme a capa. Vá colando por partes, gradualmente, para não correr o risco de errar. Feito isso, deixe secar inteiramente de um dia para o outro.

Com o feltro já colado, confira as medidas exatas do seu laptop utilizando uma régua e observando um centímetro em cada lado como dito acima. Feito isso, teste para ver como é que ficou e se tudo bem comece a montagem. Dobre um terço sobre o outro e cole nas bordas laterais. A outra parte fica como a ‘tampa’.

A alça, ou fecho, como vê na imagem, deve ser colada na hora em que for fazer a colagem do corpo da capa, deixando um pouco as pontas para dentro – que você cola depois na parte, interna, de trás – para que fique bem firme e não se desprenda com o manuseio. À distância para colocá-la pode ser de 3 a 5 cm ou como achar mais conveniente.

   Em tempo. Ela, também, deve ter dupla camada de feltro para que seja bem firme.

Feito isso, é só fazer o acabamento final com a tesoura, retirando as rebarbas e excessos.

A partir daí você pode fazer, também, capas para o tablet e/ou celular. Veja as imagens. Logo, com observação, cuidado e criatividade seus trabalhos ficarão ótimos. 

Se gostou deste post subscreva o nosso RSS Feed ou siga-nos no Twitter para acompanhar nossas atualizações

*


Share/Save/Bookmark

sexta-feira

Como fazer para cuidar de suas bolsas de couro e garantir-lhes durabilidade e beleza


É normal a gente chegar ao trabalho ou mesmo em casa e jogá-las em um canto qualquer, sem lembrar que o couro é um produto natural e, relativamente, frágil, daí a necessidade de tomar mais cuidados com ela, para que permaneça bem e bonita por tempo indeterminado.

Não que o tempo de duração em si seja um fator que todos deem valor, mas, pelo menos no tempo em que usar ela esteja em perfeito estado em funcionalidade e beleza.

Então, vejamos algumas dicas essenciais:

- Limpe sua bolsa por fora com um pano levemente umedecido em água e detergente neutro, depois passe um pano seco e macio para secar bem. Nunca guarde quando estiverem úmidas, molhadas ou sujas. Entretanto, jamais a coloque para secar ao sol, faça-o a sombra, por mais que isso demore um pouco mais.

- Outra boa dica é passar periodicamente um pouco de hidratante na bolsa para manter o couro em sua flexibilidade natural e em bom estado de conservação. Caso você não tenha à mão um produto específico para couros, use um hidratante corporal comum que dá excelentes resultados.

- Uma característica que envelhece muito qualquer peça é a oxidação e consequente perda do brilho de detalhes em metal, como fivelas, tachas e zíperes. Isto pode ser resolvido com um polidor de alumínio, destes de supermercado mesmo. Se não tiver o produto, polvilhar um pouco de bicabornato de sódio e lustrar com um pano macio também ajuda a trazer de volta o brilho original! 

- Esvazie-as antes de guardá-las, tire tudo de dentro e sacuda para que não fique nenhum papelzinho ou qualquer resíduo. Se você tiver um aspirador portátil, aspire o interior da sua bolsa. É melhor fazer isto antes de guardar do que ter que limpar na hora de sair!

- Coloque sempre um enchimento na bolsa para que ela não perca sua forma. Pode ser aquele que veio dentro dela, enchimentos próprios disponíveis no mercado, ou travesseiros infantis, que são excelentes para manter a forma delas. O que não pode é deixar papel dentro, pois com o tempo as traças atacam.

- Proteja suas bolsas com sacos de algodão ou flanela, desta forma o couro não ficará "arranhado" pelo fato de uma bolsa encostar na outra ou em qualquer outro local. Bolsas com pedrarias, miçangas e lantejoulas deverão sempre ser guardadas em sacos individuais, evitando o contato com outras peças.

- Use um organizador de bolsa, assim na hora da troca você não esquece de nada;

- Não deixe suas bolsas penduradas em cabideiros ou ganchos por muito tempo, eles marcam e deformam as alças. Prateleiras são os lugares mais indicados, pois facilitam a visualização e mantém a ordem. Na falta de espaço, você pode optar também por cestos, caixas organizadoras transparentes ou gavetas.

Como vê, nada de excepcional ou difícil, não é verdade? Agindo assim vai ter suas bolsas de couro bem apresentáveis e bonitas sempre que for usá-las.

Se gostou deste post subscreva o nosso RSS Feed ou siga-nos no Twitter para acompanhar nossas atualizações

*

Share/Save/Bookmark

quarta-feira

Como fazer para eliminar facilmente a ferrugem de suas ferramentas

Quem tem e usa sabe que é só deixá-las um pouco de lado que a ferrugem dá as caras. O problema é que ele vai corroendo ou desgastando a ferramenta, sendo que, em alguns casos, pode até comprometer sua funcionalidade e uso, logo, é bom não vacilar.

Algumas dicas ou ‘macetes’ abaixo vai ajudá-lo a resolver o problema depois de instalado. Confira!

Mergulhe as ferramentas em vinagre por 48 horas e depois esfregue com esponja de aço, o dito ‘bom-bril’. Caso não funcione, repita o procedimento. Após a remoção completa da ferrugem, lave com água corrente, seque bem com um pano velho e finalize passando óleo vegetal.

Faça uma pasta de suco de limão com bicarbonato e aplique a solução na ferramenta com o auxílio de um pincel. Deixe agir por alguns minutos. Em seguida passe suavemente uma lixa número 300 e por último limpe bem a superfície com um pedaço de pano velho.

Para ferramentas com pouca ferrugem, pulverize óleo lubrificante e passe suavemente uma lixa número 300 e por fim limpe bem com um pedaço de pano velho.

Deixe-as de molho em Coca-Cola por 48 horas e depois esfregue. Lave com água corrente e enxugue bem, daí é só secar e pronto.

Ainda bem que nosso estômago não tem ferrugem, não é verdade? É brincadeira!

Se você não usa suas ferramentas “mais enferrujáveis” com frequência e mora em local com muita umidade, tipo na orla marítima, o ideal é que passe um pouco de óleo de maquina em todas elas antes de guardar, aí na hora de usar é só limpar.

Se gostou deste post subscreva o nosso RSS Feed ou siga-nos no Twitter para acompanhar nossas atualizações

*

Share/Save/Bookmark

segunda-feira

Como fazer facilmente uma bela sapatilha de renda


É uma forma simples e, relativamente, rápida para reaproveitar aquela sapatilha que tem encostada e que não se anima mais a usar ou que não dá mais para usar.

Com este passo a passo na sequência de imagens abaixo, não tem erro. Observe!
 .
É só escolher a renda, providenciar cola de sapateiro e a sapatilha.

Esta deve ser, preferencialmente, de um material mais aderente, tipo camurça, tecido, ou mesmo couro sem ‘polimento’, mas, como pode ver na imagem, é fácil e vai dar certo em qualquer uma.
 
Clique na imagem para ampliar
A renda, tipo e cor, você escolhe em um armarinho. Faça o calculo de quanto vai precisar antes de ir às compras.

Tire as medidas das diversas partes da sapatilha, as laterais e frente antes de cortar a renda. Lembre-se de deixar sobrando um pouco, tipo um centímetro ou um pouco mais, na borda, para que ao final você dê o acabamento virando e colando para dentro.

Com tudo à mão, é só passar a cola por toda a superfície da sapatilha – siga as instruções na lata ou bisnaga ou converse na loja onde for comprar sobre a forma de melhor usar. Espere o tempo devido e com cuidado vá colando a renda.

Comece pelo ‘bico’ da sapatilha e depois faça as laterais. Embora nas imagens a renda ‘sobre’ em todos os lados, o ideal é que faça um corte mais preciso, deixando a sobra só na parte superior para ser dobrada para dentro.

Veja que na imagem acima a renda ultrapassa a superfície original do ‘bico’ da sapatilha, o que dá certo charme, mas a deixa um pouco mais frágil. Mas, se preferir assim, você pode reforçar na borda com uma tira fina por baixo – costurando – e fixando as suas extremidades, com cola, dentro do sapato, sem que apareça.

Então, não é fácil?

Se gostou deste post subscreva o nosso RSS Feed ou siga-nos no Twitter para acompanhar nossas atualizações

*

Share/Save/Bookmark