domingo

Como fazer para dobrar facilmente os lençóis de elástico

Pelo visto os lençóis de elástico chegaram pra ficar, embora pareçam um trambolho à primeira vista, eles dão uma força na organização das camas/quartos quando costumam ficar quietinhos em seu lugar e permite uma ‘arrumação de cama’ mais fácil e rápida  no cotidiano.
Clique na imagem para ampliar
Nesta imagem vai conferir um jeito bom e fácil de dobrá-lo, o que vai facilitar na organização das roupas de cama na gaveta/armário.

Como pode ver, é menos simples que o lençol comum, mas as vantagens no seu uso vale à pena o adicional de cuidado /trabalho.

Se gostou deste post subscreva o nosso RSS Feed ou siga-nos no Twitter para acompanhar nossas atualizações

*

Share/Save/Bookmark

sexta-feira

Como fazer para evitar os latidos excessivos de seu cão

Os cães são uma relativa unanimidade, entretanto ter um cão que late o tempo todo, sobretudo se for do vizinho... Revoga tudo e todo amor acaba virando irritação.
Entretanto, nem sempre, ou quase sempre eles não latem por gosto ou prazer. O que os move é, sobretudo o medo, além da ansiedade, excitação ou até o tédio, logo, é passível de resolver ou mesmo controlar.
Tem caso conhecido de juízes, nos EUA, que decidiram pelo corte das cordas vocais de cães – como poderíamos dizer? – descontrolados, o que há de convir que é bem melhor educar e tentar resolver de forma mais tranquila, não é verdade?
Veja também: Como fazer para o seu cão fazer o xixi/cocô no lugar escolhido
Não necessariamente para evitar uma decisão judicial assim, que não existe por aqui, mas, para manter as boas relações com os vizinhos.
O princípio é observar o seu cão e descobrir as situações que o levam a latir. Daí partir para ‘educá-lo’. Veja abaixo.
– Diga “não”, “quieto” ou “silêncio” de forma firme quando o animal começar a latir sem um motivo evidente; 
– Dê “parabéns” ou um pedacinho de petisco assim que ele obedecer ao que foi ordenado; 
– O ideal é começar a treinar os pets a não latir por qualquer coisa desde filhote; 
– Estimule o cão a fazer atividades físicas e mentais, já que muitos costumam latir quando estão com a energia reprimida; 
– Fazer caminhadas, jogar bola e estar ativo vai ajudar o seu cão a gastar energia e regular o latido, além de trazer outros benefícios, como a satisfação, alegria e socialização; 
 – Se o seu bichinho está latindo porque quer que você se levante e jogue algo para ele pegar, diga que não quer e não pode brincar. Ele tem de entender que há regras e momentos para ele; 
– Muitos pets latem por se incomodar com algo externo. Nesse caso, limite o acesso dele às portas, janelas, quintais e portões. Faça com que ele fique nestes locais sob supervisão, para que seja advertido quando começar a latir.
Como pode ver, é bem possível ‘educar’ o seu cão e manter a paz e a boa  relação com os vizinhos. Não só, já que ninguém em sã consciência gosta de um uma latição continua, não é verdade? Sobretudo se o seu cão for dos grandes.
Com informações de bompracachorro
Se gostou deste post subscreva o nosso RSS Feed ou siga-nos no Twitter para acompanhar nossas atualizações

*

Share/Save/Bookmark

quarta-feira

Como fazer para aumentar o sinal do seu roteador – wi-fi – em casa

O Wi-Fi ou o velho roteador é hoje uma figurinha omnipresente em todas as casas e até teve sua função/necessidade ampliada em função dos celulares/smarts que circulam por toda a casa.

Se antes ele ‘servia’ a um ou dois PCs fixos, hoje tem que dar conta de muitos “móveis”. Daí a necessidade de colocá-lo em um lugar estratégico para que possa ter um alcance maior e possa atender toda a demanda com eficiência, pois muitos fatores interferem na qualidade do sinal. Veja a abaixo.

Fatores, desde obstáculos físicos (como paredes e colunas) a outros invisíveis (ondas emitidas por outros aparelhos) podem interferir ou influenciar as ondas, pois o sinal Wi-Fi tem dificuldade de ultrapassar barreiras físicas e também sofrem interferência, como ocorre com rádios comuns.
Veja também: 
 - Como fazer para não estragar e evitar problemas com seu smartphone 
 - Como fazer para ampliar o alcance de sua rede Wi-Fi 
 - Como fazer para limpar, cuidar e garantir a eficiência e segurança de seu computador 
 - Como fazer para proteger e resguardar o seu cabo de celular
Mudar o roteador de lugar pode intensificar o sinal, pois o sinal emitido pelo roteador funciona como o de um rádio, é influenciado por obstáculos físicos, logo o ideal é colocar o roteador na posição mais alta e central possível no ambiente e evitar deixá-lo em um local muito baixo e com muitos obstáculos físicos (paredes e móveis, por exemplo).

Outros fatores que podem interferir, como o micro-ondas podem causar interferência no sinal de rádio emitido pelo Wi-Fi. Isso porque ele opera na mesma frequência que o roteador e essas ondas que o equipamento emite ao esquentar a comida podem "vazar", ainda que bem pouco, para fora do equipamento e ajudam a "espalhar" as ondas do Wi-Fi.

Instalar uma senha não interfere no alcance do sinal. O sinal emitido será sempre o mesmo, independente da quantidade de dispositivos conectados à rede. Colocar senha no seu Wi-Fi pode, no entanto, impedir que "vizinhos" usem sua internet sem fio e atrapalhem o seu tráfego de dados na rede, dando a impressão de que ela está lenta. Veja aqui.

As ‘antenas’ de latinha de cerveja podem ajudar, dependendo de como forem posicionadas em relação ao roteador. O sinal vai rebater na lata, mas não necessariamente irá em direção ao dispositivo que precisa captar a onda. Logo a sua localização pode ser um fator determinante. Veja como fazer em link acima.

Se gostou deste post subscreva o nosso RSS Feed ou siga-nos no Twitter para acompanhar nossas atualizações

*

Share/Save/Bookmark

segunda-feira

Como fazer para estudar sozinho em casa com bem mais eficiência

Muito se tem dito, e escrito, sobre o ‘jeito certo’ e/ou mais produtivo para se estudar sozinho. O adicional neste artigo é que ele mostra como funciona, mesmo, o dito cujo, o cérebro, o que justifica e até nos estimula a encarar as dicas com este respaldo científico todo.
Como estudar sozinho em casa
Para aprender sem professores ou aulas presenciais, é preciso muita disciplina. Por isso, entenda o funcionamento do cérebro para explorá-la ao máximo.
1. Tudo sempre igual
Estudar de casa exige muuuito autocontrole. Estabeleça horários fixos. Dormir e comer em horas diferentes no dia a dia, por exemplo, dificulta a ambientação do corpo e prejudica o rendimento. É preciso ainda cuidar do sono: ele restaura as sinapses, elo transmissor entre os neurônios, e melhora o funcionamento do cérebro. Oito horas de descanso é o ideal.
2. Luz, silêncio e ação
O ambiente de estudo precisa seguir padrões. Como o cérebro não foca duas coisas ao mesmo tempo*, simplicidade e silêncio ajudam na concentração. Boa luminosidade diminui a sonolência. Mas o tiro pode sair pela culatra de noite. Luz excessiva inibe a produção de melatonina, o hormônio do descanso, e pode causar insônia – e atrapalhar o item 1.
Leia também: Como fazer para ganhar mais eficiência e resultados em seus estudos
3. No limite
Respeite seus limites. A concentração diminui a cada 50 minutos de estudos consecutivos. Recomenda-se, assim, parar 10 minutos por hora. Vale tomar água, olhar a paisagem – qualquer coisa que permita descanso. E tem mais: o córtex pré-frontal, responsável pelo raciocínio, alcança potência máxima às 11h. É o momento ideal para estudar o assunto mais importante do dia.
4. Política de metas
A nossa atenção é “interesseira”: vai fazer você pensar em tudo que pode conquistar com o estudo – mas não vai focar o estudo em si. Por isso, trace as metas: determine quantos capítulos você vai ler em determinadas horas, por exemplo. Isso estimula a motivação e facilita o planejamento.
5. Fluxo do pensamento
Fazer exercícios práticos ajuda a testar o aprendizado. Outra alternativa é escrever com o fluxo da consciência. Após terminar o estudo diário, redija por 5 minutos o que vier à cabeça sobre o tema, sem se preocupar com a lógica e a pontuação. O resultado ainda pode servir como resumo nas vésperas de provas.
6. Chute o balde
Não exagere. O stress esgota a atividade dos neurônios, causa problemas na transmissão e faz com que as sinapses não ocorram adequadamente. Nada como se divertir de vez em quando. Cinema, shows, jantares, bares, namoros ajudam a relaxar e são, sim, muito bem-vindos aos fins de semana.

      Fontes: Marcelo Masruha, professor de neurologia da Unifesp; Maria Teresa Messeder Andion, diretora da Associação Brasileira de Psicopedagogia; Maria Zilda Moreira Melchior, pedagoga e diretora escolar; ASF Cursos e Eventos ”.

Veja as fontes. É gente que entende do ‘riscado’ e não custa dar uma conferida para ver como é que fica. Pelo visto tem tudo a ver.

* O grifo no trecho em azul é meio que uma brincadeira, já que a presença do celular/smart é figurinha carimbada hoje, em praticamente todas as atividades no cotidiano de muita gente.  Mesmo!

Se gostou deste post subscreva o nosso RSS Feed ou siga-nos no Twitter para acompanhar nossas atualizações

*

Share/Save/Bookmark

sábado

Como fazer para aumentar a conservação e durabilidade de suas roupas e acessórios

Muito já se falou, e escreveu, sobre roupas, ou melhor, como tratá-las de forma adequada para que possamos tê-las por mais tempo e em bom estado, entretanto, umas informaçõezinhas nunca são demais.

Informações estas que vão além daquele período de moda/uso, já que boa parte delas veio para ficar, mesmo, independente das ondas dos estilistas e especialistas da área.

É o bom é que estejam sempre em bom estado e prontas para uso. É o que vai conferir nos itens abaixo, não só para roupas especificamente, mas para acessórios e outros itens do vestir/usar no cotidiano.
- Dobre seus suéteres:
Essas peças e outras malhas não devem ser penduradas, porque isso as deixará mais largas e sem forma. Ao invés disso, dobre-as e guarde-as em gavetas para que o caimento permaneça perfeito.
- Mantenha suas peças de couro com cara nova:
Guarde essas peças em ambientes frescos e secos. Limpe-as apenas com produtos específicos, para que o material não manche e nem estrague.
- Cuide de suas bolsas:
Prolongue a vida útil de suas bolsas! Passe um spray que proteja o material de que é feita, para que não sofra tanto com o uso diário. Carregue sempre uns lencinhos para limpar prontamente as manchas e guarde-as em saquinhos — ou, até mesmo, em fronhas — quando não estiver usando-as.
- Evite que seus acessórios fiquem manchados:
Muitas peças de bijuteria ficam escurecidas ou manchadas conforme o uso. Para evitar que isso aconteça, passe uma camada de esmalte incolor ou tinta em spray. Isso formará uma película protetora ao redor da peça!
Leia também: 
 - Como fazer para cuidar e conservar melhor os seus sapatos de couro 
 - Como fazer para identificar, mesmo, uma roupa a ser descartada 
 - Como fazer para passar ferro em suas roupas com mais rapidez e eficiência 
 - Como fazer para eliminar problemas inesperados na hora de lavar as roupas
- Mantenha os brancos sempre brancos:
Lembre-se de sempre remover as manchas causadas em tecidos brancos assim que acontecerem. Lave as peças sempre com peças da mesma cor, use a água na temperatura mais quente permitida por aquele tecido e lave-as sempre após um único uso.
- Remova manchinhas de óleo:
Se você derrubar o molho de sua salada ou, até mesmo, um óleo corporal nas ruas roupas, não se desespere! Cubra a mancha com amido de milho e deixe descansar por 30 minutos. Depois, passe um removedor de manchas, aplique um pouco de detergente e use água quente (cuidado para que a temperatura não seja maior do limite do tecido). Só não coloque a peça na secadora, isso fará com que a mancha fique lá para sempre.
- Dobre seu jeans:
Pendurar suas calças jeans só faz com que fiquem mais largas. Para que continuem “caindo como uma luva”, dobre-as e guarde-as na gaveta. Aproveite todo o espaço extra que você acabou de criar no seu armário!
- Mantenha seus tênis brancos sempre brancos:
Os tênis brancos entraram em nossos armários com toda a força e não sairão tão cedo. Eles combinam tanto com looks athleisure, quanto com produções mais femininas. Para mantê-los sempre novos, veja o produto de limpeza mais indicado para aquele tipo de tecido e pare de achar que suas únicas opções são lavar na máquina ou passar álcool. Couro e camurça — para dizer apenas dois — possuem produtos específicos que são vendidos em lojas de calçados.
- Use saquinhos para lavar seu lingerie de renda:
Se você tem preguiça de lavar suas peças íntimas de renda à mão — nós te entendemos! —, coloque-as em sacolinhas específicas antes de jogá-las na máquina de lavar. Essas wash bags permitem que as peças sejam limpas sem ter terem que entrar em contato com as outras peças, o que pode fazer com que estraguem.
- Seque naturalmente sua roupa de academia:
Para que suas peças esportivas fiquem sempre com o mesmo formato e caimento, não as coloque na secadora. Pendure-as e aguarde que sequem naturalmente.
- Coloque enchimento em seus sapatos:
Os sapatos de camurça e de couro podem perder sua forma ao longo do tempo e, para que isso não aconteça, coloque lencinhos ou panos dentro deles para dar suporte, assim como fazem nas lojas.
- Deixe suas peças de camurça à prova d’água:
Antes de usar suas novas botas de camurça, lembre-se de aplicar um protetor específico para aquele tecido. Isso vai ajudar que a peça não perca a cor nem fique manchada ou com marcas de água.
- Lave suas roupas pretas do avesso:
Lavar as peças pretas do avesso permite que a cor fique mais “viva” e que demore mais para desbotar.
- Tinja seu jeans preto:
Se você perceber que seu jeans preto está começando a ficar desbotado, tinja-o em lojas especializadas ou com produtos que podem ser usados em casa.
- Lave menos suas roupas:
Lavar sempre suas roupas faz com que elas percam a vivacidade das cores e o caimento. A maioria de suas peças podem ser usadas várias vezes antes. Descubra quantas vezes por semana cada peça precisa ser lavada e, dessa maneira, economize tempo e dinheiro.
- Limpe sua máquina de lavar roupas:
A sujeira e a tinta que ficam acumuladas em sua máquina podem fazer com que suas roupas tenham o aspecto de sujas. Lembre-se de lavar regularmente sua máquina para manter suas roupas mais bonitas.
- Invista em bons cabides:
Aposte em cabides firmes e de madeira para pendurar suas peças pesadas, como casacos de inverno para que não percam o caimento. Cabides finos e não escorregadios permitirão que suas outras peças fiquem sem partes amassadas.
- Não guarde suas roupas em sacolas:
Manter suas roupas em sacolas de pano, ou até mesmo naquelas sacolas plásticas que vêm depois de serem lavadas, é uma péssima ideia. Essas sacolas mantêm a umidade dentro delas, o que acaba deixando as peças amareladas e, às vezes, com mofo.

Com informações de estilo.abril

Se gostou deste post subscreva o nosso RSS Feed ou siga-nos no Twitter para acompanhar nossas atualizações

*

Share/Save/Bookmark

quinta-feira

Como fazer para dar um trato em sua carreira com 10 lições de Steve Jobs

Encastelado em seu sucesso ‘ícone’ na administração da própria, nos faz concluir que dar uma olhada em suas recomendações pode significar mais do que um mero ato de curiosidade, já que pode levá-lo à reflexão e assim descobrir/adicionar ‘alguma coisa’ ao trato que dá em sua própria carreira profissional.

Confira!

Pelo visto, ele sabia sobre o que estava falando, ou sugerindo, pois, como disse, ‘cacife’ para isso ele tinha de sobra, não é verdade?

“10 lições de Steve Jobs para ajudar na sua carreira
1. Ame o que faz

Jobs era cercado de coisas que ele amava: sua empresa, seus produtos e até as pessoas com que trabalhava. Claro que ele se tornou um bilionário ao longo do tempo (e como não amar isso?), porém, a questão é ter insistido em uma paixão.

“Nós todos temos maus empregos, seja por um ponto ou outro. Mas a grande questão que você tem que se perguntar é: estou no trabalho certo? Eu encontrei o que quero fazer para o resto de minha vida? É esse o grupo de pessoas com quem quero trabalhar?”, questionou o autor da publicação, Eric Jackson. “Se predominarem as respostas negativas, tenha coragem de fazer uma mudança o mais rápido possível. A vida não dura para sempre, como nós mesmo vimos com Jobs. Comece a construir seu caminho agora”.

2. Não tolere palhaços ao seu redor

Durante sua vida, Steve tinha um senso detector de palhaços. Ele não deixava pessoas desse tipo se proliferarem em suas empresas. Por que? Steve acreditava que pessoas que faziam piadas sobre tudo, não levavam nada a sério e até passavam do limite: não conseguiam tomar decisões que não fossem “de palhaços”. “Palhaços contratam palhaços. Não deixe que eles se enraízem em torno de você”.

3. Você não pode fazer tudo sozinho

Entre a primeira e segunda vez que Jobs comandou a Apple, ele se tornou um chefe muito melhor. Ele aprendeu que não dá para carregar tudo nas costas, inclusive em sua carreira. Você precisa de pessoas talentosas e inspiradoras. O mais importante: elas devem ter a oportunidade de ter sucesso por conta própria, não ser apenas seu fantoche.

“Você deve aprender a ser um grande líder e gestor de pessoas, se quiser ver suas ideias e trabalho tendo impacto sobre o mundo”, resume Jackson.

4. Se você quiser vender algo, se coloque no lugar do comprador

A Apple era especial para Steve, e não porque ela proporcionava muito dinheiro, mas porque ela era do jeito que ele amava. Seus produtos sempre foram os melhores que ele poderia imaginar, e não é à toa que muitas pessoas pensam igual. Isso não vem apenas do marketing da empresa, mas porque o consumidor se identifica e gosta do produto. Como Jobs, acredite no seu produto ou serviço, tente se apaixonar por eles. Se você não conseguir, reveja se eles são bons para seu público.

5. Seja o melhor de sua área, mas não seja tão inacessível

“Uma das coisas que aprendi com Steve foi que ele produzia tecnologias tão surpreendentes, que até seu custo valia a pena. Os produtos da Apple são caros para muitas pessoas, mas quem compra, adora", disse a publicação. Um iPhone, por exemplo, é utilizada tanto pela classe média, quanto pela classe alta. O diferencial da Apple não é exclusividade, mas sim a experiência do consumidor.

6. Se você não vence a competição no jogo, mude as regras

Quem iria trocar o mp3 e músicas grátis por um iPod que obrigava seus usuários a pagarem pelo que ouve? Os smartphones tinham teclados físicos, como do BlackBerry, Palm Treo e até o Android, do Google. Mas, a Apple lançou algo totalmente diferente com a tecnologia touch. Jobs revolucionou mercados que ninguém acreditava que poderia liderar, passando por gigantes como Samsung, Dell e Google.

A maior lição disso é que não há jogo que você não possa vencer, basta pensar diferente e mudar as regras do tabuleiro.

7. Não brinque com sua saúde

Além das lições de liderança, criatividade e de negócios, é impossível não falar sobre as lições que Jobs pode ensinar sobre saúde. “É ótimo celebrar o que Jobs fez em sua vida e aprender com ele, mas o fato é que ele não está mais aqui. E ele provavelmente ainda estaria se tivesse tratado agressivamente seu câncer, como seus médicos sugeriram quando descobriram a doença. Em vez disso, Steve utilizou um monte de terapias naturopáticas que não eram eficazes”.

Quando ele finalmente seguiu os conselhos médicos, muito tempo já tinha se passado para salvá-lo. Cuidar da mente é importante, mas ter saúde para seguir em frente é essencial.

8. Não se acomode com o sucesso

A Apple demorou 10 anos para liderar as vendas de celular. E, uma vez que chegou ao topo, muitos achavam que Jobs e os executivos da Apple poderiam descansar e aproveitar sua fortuna e sucesso profissional. A Apple não fez nada disso. Pelo contrário, continuou trabalhando duro visando conquistar outros mercados.

9. Não tenha apenas um embrulho, mas também uma apresentação
Steve Jobs foi quase mítico quando o assunto era a apresentação de um produto. Críticos da Apple não gostavam disso, pois alegavam que Jobs lançava uma espécie de feitiço sobre as pessoas. Mas, em vez de apenas criticar, por que não aprender com ele? Uma boa apresentação causa ótimas impressões. Invista nisso em sua empresa ou carreira.

10. Você faz um trabalho que se orgulharia em mostrar a seus amigos e familiares?

Lembra-se da primeira lição de Jobs? Além da paixão, você também precisa ter orgulho do que faz. Uma das máximas da Apple é testar seus funcionários sobre seu trabalho: você se orgulha do que está fazendo? Falaria bem dele para seus colegas e familiares?

Essa é uma ótima maneira de motivar seus subordinados, pois seu foco muda da empresa para o trabalho do funcionário. Será que o problema não pode vir de você? Isso serve tanto para a vida pessoal quanto profissional. Afinal, ao chegar em casa, você se orgulha do que fez ao longo do dia?”.

E aí, dá ‘pra levar’ alguma coisa, alguma ideia?

Em InfoMoney

Se gostou deste post subscreva o nosso RSS Feed ou siga-nos no Twitter para acompanhar nossas atualizações

*

Share/Save/Bookmark

terça-feira

Como fazer para usar parafusos e pregos com segurança e precisão

É verdade! Não parece que tenha qualquer segredo o escolher e usar um parafuso e/ou prego.

Entretanto, alguma informação sempre cai bem, já que assim reduzimos a possibilidade de errar, tanto na escolha como no trato mais racional no uso e com isso não comprometer a qualidade do que estamos fazendo.

Confira!
 - Fixando Parafusos 
Se você aplicar um pedaço de sabão na ponta do parafuso será mais fácil introduzi-lo em paredes ou em madeiras duras. 
 - Parafusos enferrujados 
Se os parafusos ficarem presos por causa da ferrugem, aplique sobre eles algumas gotas de querosene ou aguarrás. Aguarde alguns minutos e volte a forçar o parafuso. Outra alternativa é jogar por cima do parafuso emperrado um pouco de refrigerante tipo cola. Após alguns segundos de espera você poderá arrancá-lo sem grandes esforços.
Veja também:


 - Proteja os pregos contra a ferrugem 
Antes de colocá-los na parede, esfregue-os com uma mistura de óleo lubrificante e pó de grafite (raspa de lápis preto). 
 - Parafusos velhos 
Para retirar parafusos velhos da parede, prenda a cabeça do parafuso com um alicate e pressione-o enquanto gira alternadamente para a direita e para a esquerda. 
 - Não quebre o reboco 
Antes de bater um prego na parede, mergulhe-o em água fervente. Isso evita que o reboco se quebre. E se o prego estiver enferrujado, fixará ainda melhor. Se a parede for fraca, proteja o lugar com esparadrapo ou fita adesiva para firmar o reboco. 
 - Pregos em madeira 
Para fixar pregos ou tachas em madeira com mais facilidade e sem o risco de rachá-la, unte-os com óleo, sabão ou parafina. 
 - Pregos pequenos 
Para enfiar um prego pequeno sem risco de martelar os dedos, basta enfiá-lo em um pedaço de cartão. Assim você poderá segurar o cartão em vez de tentar pegar o preguinho.
Como pode ver, são dicas boas e bem oportunas e que nos pouparão muito contratempo e trabalho em nossos afazeres, em nossas ‘arrumações’.

Com informações de foxlux

Se gostou deste post subscreva o nosso RSS Feed ou siga-nos no Twitter para acompanhar nossas atualizações

*

Share/Save/Bookmark

Como fazer para o seu cão ‘fazer’ o xixi/cocô no lugar escolhido

Se tem um ‘ponto’ que pega na criação de animais de estimação, notadamente o cão, é sua necessidade de espalhar democraticamente o xixi e o cocô pelos locais menos convenentes e, não raro provocando até prejuízo reais na casa.

Tem muita gente que, passado o encanto inicial como o ‘pet’ e depois de tentar ‘educa-lo’ para cooperar com os ‘xixis/cocôs’ acabam por descartá-los e, não raro até relega-los à propina sorte nas ruas. É isso, não devia, mas é fato.
Leia também: 
 - Como fazer para tornar mais eficiente e efetivo o treinamento de seu cão 
 - Como fazer limpeza dos ouvidos do seu cão 
 - Como fazer para eliminar manchas de xixi pela casa feitas pelo seu cão 
 - Como fazer a limpeza do espaço de seus ‘pets’ evitando o mau cheiro e alergias
Entretanto, com estas dicas abaixo dá para você educar o seu e resolver este probleminha que não encanta a ninguém. Basta ter um pouco de paciência, e persistência, que vai conseguir ‘educá-lo’.

Crie uma rotina/hábito

Logo que chegar a nova casa, o animalzinho precisará de uma rotina para que tudo seja mais fácil. O que inclui horário para dormir, comer, brincar e fazer suas necessidades. Se todos da casa se comprometerem, logo ele vai aprender, vai se acostumar.

Escolha um lugar fixo

Eles se adaptam mais rapidamente se tiverem um canto especial para fazer cocô e xixi. Pode ser em uma área do seu quintal, uma varanda ou a lavanderia. O importante é escolher um local de fácil acesso e que não esteja ao lado da comida ou do local onde ele dorme, pois, por questões de higiene, os bichos não gostam de ir próximos aos locais de descanso ou das refeições.  

Use o recurso da recompensa

No começo de adaptação, sempre leve o cão ao canto do xixi, logo depois que ele tiver feito sua refeição. Quando ele conseguir fazer algo, dê um petisco como recompensa, faça um elogio ou carinho. Nunca economize a festa! Assim ele vai entender que é recompensador agir dessa maneira. E com o tempo, ele só vai melhorando ao criar hábitos rotineiros.

Estabeleça uma palavra-chave

Você deve escolher uma palavra para “pedir” que ele faça xixi ou cocô, como, por exemplo, “banheiro”. Use-a quando levá-lo ao local correto para as necessidades. 

Esqueça as broncas e aposte nas recompensas

Para educar um animal, a aposta sempre será sempre o estímulo e não a repreensão. A bronca nunca ensina e nem pense em esfregar o nariz no xixi ou cocô! 

Agora, se o seu cão é ‘daqueles’ resgatados da rua, já adulto, o trabalho é bem mais intenso.

Uma ideia que muita gente não gosta, mas que costuma funcionar é castrar o animal, caso seja um macho adulto, já que ele vai insistir incessantemente em marcar o novo território e pode sobrar urina para qualquer canto, cortinas e móveis da casa, sobretudo se ele for grande, quando o aceso, e o estrago, com a urina pode ser bem maior.

Você pode usar algumas das dicas acima, mas vai ter que monitorá-lo por algum tempo, principalmente nos primeiros dias quando ele estiver dentro de casa.

Se gostou deste post subscreva o nosso RSS Feed ou siga-nos no Twitter para acompanhar nossas atualizações

*

Share/Save/Bookmark

domingo

Como fazer para acabar com o rangido das portas

Rangido de porta não chega ser nenhuma novidade, inclusive a chatice em que acaba se tornando com as repetições continuadas. Também não é novidade que com algumas medidas simples dá para ‘parar’ e conseguir o merecido silêncio.

Além de portas e janelas convencionais têm, também, aquelas de armários, sobretudo aqueles de cozinha/copa com o seu rangido nada agradável.

A saída é bem simples. Basta olear com aquele ‘óleo de máquina’, todas as dobradiças, atentando para não colocar demais para que não chegue a escorrer e manchar a porta/janela ou mesmo o chão.

Aproveite e dê uma ‘leve oleada’ nas fechaduras, sem excessos...

Quanto às portas de armários, aqueles modulados de cozinha/copa, além do óleo, talvez seja preciso apertar as dobradiças que costumam folgar e fazer um rangido desagradável. Use uma chave de fenda e confira.

É isso! Uma medida simples de grande efeito prático.

Se gostou deste post subscreva o nosso RSS Feed ou siga-nos no Twitter para acompanhar nossas atualizações

*

Share/Save/Bookmark

sexta-feira

Como fazer para pintar os azulejos e renovar cozinhas ou banheiros

Azulejo é um detalhe que “vem” com a casa/apartamento e raramente é retirado e/ou mudado, não é verdade? O que quase sempre só ocorre em caso de reforma no cômodo quando fica inevitável a destruição de algumas peças.

Entretanto, é possível dar uma repaginada no local, “pintando” os azulejos e dando-lhe outra cara, bem como disfarçar algumas manchas, assim como pequenos “machucados” ou estragos do tempo.

Já existem no mercado tintas apropriadas para pintar azulejos.

Conforme as trintas disponíveis, você pode tanto dar uma repaginada mantendo eventual relevo dos azulejos antigos, alterando as cores, bem como dar uma “sumida” neles e deixando tudo liso, novinho...

A defender do que optar, deve conversar com o vendedor sobre a tinta adequada – conheça todas as opções disponíveis no mercado – e ficar bem atento às instruções do fabricante, sendo que a opção por “sumir” com eles é um pouco mais complexa e talvez deva ser entregue a um trabalho profissional.

Em todo caso, para que o resultado fique bom, o ideal é que a peças – azulejos e rejuntes- estejam em bom estado o que vai garantir a fixação da tinta e garantir o resultado e a aparência nova.

Você pode utilizar o cimento branco para refazer alguma parte desgastada ou solta do rejunte ou mesmo reconstruir algum detalhe ‘quebrado’ no azulejo, antes de começar a pintar, já que a substituição da peça toda nem sempre é possível.
Veja também: 
 - Como fazer para recolocar/trocar uma cerâmica ou azulejo soltos ou quebrados 
 - Como fazer uma mistura de cimento para seus consertos e reparos 
 - Como fazer para remover o rejunte velho dos azulejos e reaplicar um novo 
  - Como fazer para tomar as precauções indispensáveis à saúde e segurança na hora da pintura 
 - Como fazer para preparar o gesso de forma adequada
Neste passo a passo vai conferir como você mesmo pode fazer a pintura como a primeira opção, ou seja, deixando o relevo aparente.

Aprenda a pintura que mantém o desenho original do azulejo e o torna mais discreto.
1. Limpe bem a superfície com água e detergente neutro, até eliminar todos os vestígios de sujeira e gordura, tanto das cerâmicas quanto dos rejuntes (caso haja mofo, elimine-o também). Preencha as falhas com massa acrílica. 
2. Aguarde a secagem por 24 horas. 
3. Prepare a tinta seguindo à risca as recomendações do fabricante. 
4. Dê a primeira demão. Dedique atenção especial aos rejuntes para que não fiquem de fora da passagem do rolo. 
5. Espere secar (o tempo exigido é indicado na embalagem do produto). 
6. Use lixa fina para alisar suavemente a superfície. Um pano seco elimina o pó. 
7. Aplique a segunda demão, novamente de acordo com as indicações. 
8. Se necessário, dê a terceira demão para cobrir as cores mais difíceis de esconder. Isso normalmente ocorre quando o azulejo original é escuro.
Nos itens abaixo vai conferir como fazer a pintura lisa por completo, caso se sinta seguro para isso, já que, como falamos acima, o processo e bem mais complexo. Nesta opção a parede vai ficar inteiramente lisa e sem vestígios da cerâmica – azulejo – abaixo.
1. Com água e detergente neutro, limpe a superfície até eliminar a sujeira, a gordura e o mofo das cerâmicas e dos rejuntes. 
2. Aguarde a secagem por 24 horas. 
3. Para cobrir os relevos das peças e os rejuntes, aplique uma camada de massa acrílica (massa corrida não adere a essa superfície). Espere secar (entre 24 e 48 h, de acordo com o clima). 
4. Depois de seco, é provável que o espaço do rejunte contraia. Se acontecer, aplique mais massa acrílica para nivelar. 
5. Use lixa fina para fazer os ajustes finais. Um pano seco retira o pó. 
6. Prepare a tinta (em locais secos, pode ser a acrílica, mais barata, já que vai sobre a massa) seguindo as recomendações do fabricante. 
7. Dê a primeira demão e aguarde a secagem completa (o tempo exigido é indicado na embalagem do produto). 
8. Aplique a segunda demão.
Então, é só comemorar!

É bom lembrar:

As tintas para azulejo criam um filme que protege e dá cor às peças. Depois de secas, são bastante resistentes – tanto que podem ser limpas com água e sabão neutro, sem o risco de descascar ou descolorir, desde que se evitem materiais abrasivos como esponjas rígidas, escovas grossas e palha de aço.

Com informações de casa.abril

Se gostou deste post subscreva o nosso RSS Feed ou siga-nos no Twitter para acompanhar nossas atualizações

*

Share/Save/Bookmark