quinta-feira

Como fazer uma pequena horta orgânica em casa ou no apartamento


Este é um Como fazer você mesmo, que é uma mão na roda, sobretudo, para quem vive em apartamentos. Além de proporcionar um alimento livre de agrotóxicos e adubos químicos, manter uma “míni-horta” em casa ou apartamento tem outras vantagens.

É o caso, por exemplo, de ter um tempero ou ingredientes para salada ao alcance da mão e a economia que isso proporciona, pois, os temperos e folhas comprados em supermercados se estragam em grande parte antes que sejam utilizados, além do diferencial do prazer e satisfação de consumir algo “feito por você mesmo”.

Então vejamos:

   1 - O local deve ser arejado e com luz – sol, mesmo que seja só uma parte do dia – e os vasos, desde que não sejam muito rasos, de maneira que possam comprometer o desenvolvimento das raízes, algo como 20 cm, pode ser de barro ou de plástico e com o tradicional sistema de drenagem, ou o(s) furo(s) no fundo;

   2 - A terra é a vegetal e com mistura de humos ou esterco – mais ou menos 1/3 – pois, em proporção maior pode comprometer a saúde das mudas. No preparo do vaso, deve se colocados no fundo uma acamada de pequenas pedras ou argila expandida (encontrada em floras), para facilitar a drenagem sem comprometer a umidade;

   3 - O plantio pode ser feito por sementes ou mudas. No caso das sementes, siga as recomendações da embalagem no que se refere a profundidade das sementes e, se conseguir mudas, o processo é mais simples e rápido. É só aterrar as raízes ou parte do talo com cuidado;

   4 - Tendo semeado ou plantado as mudas, regue com delicadeza, sem fazer buracos ou trasbordar, até que a água comece a sair pelo furo abaixo;

   5 - Daí, é só administrar. Com regas regulares – todo dia – em tempo de calor, até duas vezes, e fazer o monitoramento da terra, que pode ir recebendo um pouco mais de adubo (esterco) ou humos a medida que avalia a “saúde” da planta;

   6 - Com o tempo o processo deve ser refeito e, para não ficar um período longo sem as verduras e temperos, plante periodicamente outros vasos para manter a produção continuamente.

Dicas interessantes:

* No princípio, você pode plantar a parte inferior, com raízes, da cebolinha que comprou no supermercado, pois, ela costuma progredir bem;

* Se conhece alguém que já tem uma horta, consiga mudas de couve – que dão em grande quantidade – e é só plantar, uma por vaso, pois, ela precisa de muito espaço para as folhas quando estiver produzindo;

* Resista a tentação de usar adubos químicos, pois, vai comprometer a qualidade de seus produtos e a sua saúde.

Se gostou deste post subscreva o nosso RSS Feed ou siga-nos no Twitter para acompanhar nossas atualizações

*

Share/Save/Bookmark

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante.

Você pode contribuir com o relato de suas experiências com as ideias e sugestões postadas aqui, bem como tirar eventuais duvidas com o editor e/ou outros usuários.